Muito se fala que o caminho de crescimento de um povo é através da educação. Precisamos discutir, então, o que contém esta palavra que possui tão significativa força de transformação. Seria educar um sinônimo de conhecimento, de práticas de boa convivência, de saberes científicos ou filosóficos, de valores coletivos… algo mais… tudo isso?

 

Educar poderia também ser entendido como a possibilidade de compreender a vida, de desenvolver a consciência crítica, de ler o mundo, de desenvolver o afeto e a sensibilidade para o outro e a natureza? O conceito de educar não se esgota, não se encerra, mas são as suas práticas concretas que possuem verdadeiramente o poder revolucionário da transformação tão desejada.

 

Educar é sim missão do professor, das Escolas e das Universidades, por isso merecem todo o nosso respeito e admiração. Mas, considerando tamanha importância e abrangência da educação, é necessário deixar bem aberto o leque dos atores que contribuem com essa desafiante missão: instituições, governos, comunidades e cada um de nós. Afinal, todos nós somos beneficiados com a boa educação e, portanto, também somos indispensáveis para fazê-la acontecer.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta